Como você encara o primeiro contato com um cão? Sente muito medo? Confira algumas dicas!

O que você faz quando encontra um cachorro? Aproveita para brincar, se divertir e encher ele de carinho? Você oferece a sua mão para o cão cheirar ou aproveita para colocar ele no colo? Você sabe se aproximar de um cachorro com segurança e tranquilidade, sem que ele se assuste? Que tal ficar por dentro de algumas dicas, sobre o assunto?

Cada cão é único

Cada cachorro tem a sua própria identidade e comportamento. Muitos se assustam com facilidade, enquanto outros não. Uns são mais carinhosos e amistosos, e outros, pelo contrário, agressivos. Saber como se aproximar de um cão, é essencial, para evitar uma atitude agressiva. A primeira aproximação deve ser feita de forma indireta e pela diagonal, com movimentos mais lentos e laterais. Entretanto, estes movimentos nunca devem ser feitos sobre o cachorro.

Respeite o espaço

A pessoa deve respeitar o espaço do animal, que é o território dele. Geralmente, o espaço corporal de um cão é de 1,5 a 2m e este perímetro deve ser compreendido pela pessoa. Além disso, a trajetória deve ser feita de forma indireta. Por isso, busque se aproximar do cachorro pela diagonal, e não pela frente. Além disso, uma aproximação muito direta tende a ser mais agressiva.

Objetos maiores são mais ameaçadores do que menores, portanto, é necessário ter muita cautela. Você sabia, por exemplo, que pessoas podem causar mais medo aos cães, do que outros cachorros?

A importância da velocidade

Você viu o cachorro? Não se aproxime dele correndo ou com movimentos bruscos, porque pode assustá-lo. Evite se movimentar de forma rápida e não tenha pressa. Aproveite o momento, chegue devagar e de forma lenta. Dê tempo para o cachorro te conhecer, sentir o seu cheiro e te explorar. Busque fazer movimentos laterais, e evite os verticais.

Além disso, cuidado com movimentos acelerados demais. Seja previsível, para passar confiança ao cão. Tenha calma, clareza e objetividade. O cachorro deve te conhecer, para adquirir confiança e estabelecer a amizade.

Portanto, durante os primeiros contatos, principalmente, evite fazer movimentos muito rápidos. Quer fazer carinho? Espere um pouco, até que o cachorro permita, que você possa se aproximar dele em segurança. Deu tudo certo? Aproveite para brincar e conviver com o seu novo amigo.

Entretanto, nem sempre o cachorro pode estar receptivo. Neste caso, deixe para tentar uma aproximação em outro dia, ou seja, não force. Lembre-se de que eles têm vontade própria, interesse e personalidade. Saiba respeitar o seu espaço e decisão.

Fonte: Cães Online |  Barbara Barros Almeida